terça-feira, 2 de setembro de 2014


GOVERNADOR JOÃO LYRA NETO PRESTIGIA POSSE DO PRESIDENTE DO STJ, FRANCISCO FALCÃO

O governador João Lyra Neto participou, nesta segunda-feira (1º/09), da posse do ministro Francisco Falcão como presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A solenidade aconteceu na sede daquela corte, em Brasília. Lyra Neto congratulou Falcão e desejou sorte na nova missão, comandando o tribunal, um dos órgãos máximos da Justiça brasileira. Na cerimônia, também ocorreu a posse da ministra Laurita Vaz para o cargo de vice-presidente do tribunal.

 "Acredito que será de grande valia para o STJ ter como presidente o ministro Francisco Falcão, que tem dado uma grande contribuição para o Judiciário brasileiro, desde 2012 como corregedor nacional de Justiça, e agora assumindo a presidência do STJ, o chamado Tribunal da Cidadania. Será a segunda vez que teremos um pernambucano no comando desta corte, que desempenha um relevante papel na esfera pública", destacou o governador de Pernambuco.

Em seu discurso durante a solenidade, o novo presidente do STJ reafirmou o "compromisso de bem servir" à Justiça do País. "Posso afiançar a todos que meus atos de gestão na Presidência deste Superior Tribunal de Justiça, serão inteiramente balizados pelo interesse público, com o timbre da austeridade e da transparência", afirmou Falcão.

 Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Francisco Falcão assumiu uma cadeira no STJ em 1999, após dez anos como juiz do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, corte da qual foi presidente no biênio 1997-1999. Também foi juiz do Tribunal Regional (TRE) de Pernambuco, entre 1989 e 1991. No STJ, tornou-se membro da Corte Especial, do conselho de Administração e da Comissão de Jurisprudência. Em setembro de 2012, foi nomeado como corregedor nacional de Justiça.

PSB SE DIZ 'ALHEIO' ÀS NEGOCIAÇÕES DE AVIÃO EM QUE CAMPOS MORREU

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) afirmou nesta segunda-feira (1º) que "esteve alheio às negociações" realizadas entre empresários de Pernambuco e São Paulo para adquirir o jato Cessna que caiu em Santos levando à morte do ex-governador Eduardo Campos e mais seis pessoas no último dia 13 de agosto. Em nota divulgada à imprensa, o partido relaciona transações realizadas entre as empresas para adquirir o avião usado pela campanha.

Segundo o PSB, a empresa AF Andrade, de Ribeirão Preto, era a arrendatária da aeronave junto à Cessna Finance, que financia a venda de aviões da Cessna, a fabricante. Ainda de acordo com o partido, em maio deste ano, a AF Andrade, pediu a transferência do contrato de leasing para os empresários João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho e Apolo Santana Vieira, dos grupos empresariais BR-Par Participação Ltda. e Bandeirantes Cia. Pneus Ltda. de Pernambuco.

Foram esses dois empresários de Pernambuco, que, segundo o PSB, autorizaram o uso do avião para a campanha de Campos. O partido diz, porém, que a transferência de leasing ainda não foi concretizada, porque a Cessna Finance não aprovou as garantias oferecidas pelos empresários pernambucanos, que já teriam pagado oito parcelas do leasing da aeronave.

"O Partido Socialista Brasileiro presta esses esclarecimentos para deixar patente que esteve alheio às negociações efetuadas entre os empresários de Pernambuco e a empresa AF de Ribeirão Preto", finaliza a nota.

Oficialmente, a aeronave está registrada na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em nome da empresa AF Andrade. Na semana passada, o Jornal Nacional revelou que empresas fantasmas pagaram a empresa R$ 1.710.297,03 supostamente pagos para bancar o jato.

Desde a revelação do caso, o PSB primeiro informou que a nave havia sido emprestada e que o reembolso dos valores seria feito somente ao final da campanha. Na semana passada, porém, coordenadores da campanha de Marina Silva, que substituiu Campos como candidata à Presidência, afirmaram que o jato e todos os gastos relacionados a ele, como combustível e remuneração dos pilotos, foram "doados" e não serão ressarcidos.

EM DEBATE NA CBN, RAUL SE MOSTRA CONFIANTE NAS VITÓRIAS DE PAULO E MARINA


Candidato a vice-governador pela Frente Popular, o deputado Raul Henry (PMDB) afirmou, durante debate na Rádio CBN Recife, na tarde de ontem (01), que os resultados das últimas pesquisas de intenção de voto, mostrando o crescimento acelerado de seu companheiro de chapa, Paulo Câmara (PSB), refletem o desejo da população de continuidade do Governo Eduardo Campos. E disse não ter dúvidas da vitória de Paulo em Pernambuco. “Nossas pesquisas internas já mostravam que, quando Paulo se tornasse conhecido, ele cresceria. Nas pesquisas internas recentes, Paulo já aparece na frente”, revelou.

Raul também disse estar convicto de que a candidata à Presidência da República Marina Silva (PSB) vencerá no primeiro turno. “Marina criou uma onda nacional. O Brasil estava precisando de uma líder com as características dela, uma liderança moral. Ela representa hoje a pessoa que pode revitalizar as instituições democráticas no Brasil, que estão muito desmoralizadas. Marina significa esse sopro de esperança, para que as instituições sejam revigoradas, com a presença de uma pessoa que vai fazer um governo dos melhores, com os melhores de cada partido”, argumentou.

 O candidato a vice-governador destacou, ainda, o papel do prefeito Geraldo Julio (PSB) na campanha de Paulo. “Geraldo recebeu o Recife aos cacos, depois de 12 anos de PT. E, com pouco mais de um ano e meio de mandato, já tem a aprovação de mais de 70% da população. Isso fortalece nossa mensagem de campanha, de que Eduardo sabe escolher bem os candidatos, que têm compromisso com a melhoria de vida das pessoas”, colocou.

Durante o debate, o deputado defendeu o legado do ex-governador Eduardo Campos e apresentou as principais propostas de Paulo Câmara para as áreas de educação, saúde e segurança pública.

Raul Henry encerrou sua participação na CBN alertando os ouvintes sobre as “baixarias” que virão a partir de agora contra Paulo e Marina. “Daqui pra frente vai começar a fase dos ataques. A fase da campanha que você vê a tendência da eleição se configurando e aí bate o desespero. É preciso estar muito atento a isso”, finalizou.

BÍBLIA É FONTE DE INSPIRAÇÃO E DECISÕES SÃO RACIONAIS, DIZ MARINA

A candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva, afirmou que, para qualquer pessoa cristã ou judia, "a Bíblia é sem sombra de dúvida uma fonte de inspiração", e que "as decisões são tomadas com base racional, para todas as pessoas". A declaração foi feita em entrevista concedida nesta segunda-feira (1º) ao Jornal da Globo, quando a ex-senadora – que é evangélica – foi questionada se era verdade que tomava decisões lendo aleatoriamente a Bíblia.

"Todos nós agimos em base na relação realista dos fatos, mas os seres humanos, eles têm uma subjetividade. Uma pessoa que crê, obviamente que tem na Bíblia uma referência. Assim como tem na referência a arte, a literatura. Às vezes você pode ter um 'insight' assistindo um filme. O quanto nós já avançamos, do ponto da ciência, da tecnologia, pela capacidade antecipatória que você encontra, enfim, na indústria cinematográfica...", disse.

"Mas a senhora toma decisões lendo a Bíblia aleatoriamente, é verdade isso?", questionou a jornalista Christiane Pelajo.

"Olha, isso é uma forma que as pessoas foram construindo, ou estão construindo, para tentar passar uma imagem de que eu sou uma pessoa que é fundamentalista, essas coisas que muita gente de má-fé acabam fazendo", afirmou Marina.

"Qual é o tamanho desse amparo que a senhora toma em preceitos religiosos, frente ao que a senhora pretende ser, que é governante de todos os brasileiros, tomando decisões nacionais?", indagou então o jornalista William Waack.

"O mesmo amparo que você pode tomar a partir de outros referenciais. A Bíblia é, sem sombra de dúvida, uma fonte de inspiração para qualquer pessoa que é cristã ou que é um judeu, enfim, e que não vai negar que é uma fonte de inspiração, mas existem outras fontes de inspiração, às quais eu já me referi. As decisões são tomadas com base racional pra todas as pessoas", respondeu Marina.

A candidata disse em seguida, porém, que "dificilmente você vai encontrar uma pessoa que diga que ela é 100% racional".

"Essa pessoa estaria presa à realidade, e com certeza, se os especialistas do comportamento forem avaliar uma pessoa como essa, vai ver que ela tem uma subjetividade muito pobre. Qualquer pessoa forma, toma as suas decisões considerando vários aspectos. Ele é atravessado pela cultura; se tem crença, pela espiritualidade; se é da ciência, pelo conhecimento científico. O ser humano não é uma unidade, digamos, pura de alguma coisa não é? Somos seres subjetivos, e a subjetividade é uma riqueza interior, para qualquer ser humano".

Os principais candidatos à Presidência foram convidados para a entrevista ao Jornal da Globo. Candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT) decidiu não participar. Na quarta-feira (3), será a vez de Aécio Neves (PSDB).

segunda-feira, 1 de setembro de 2014


PAULO QUER UM ESTADO PARCEIRO DAS CADEIAS PRODUTIVAS

Com o olhar de quem sabe a importância das cadeias produtivas no desenvolvimento da economia de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) pretende estabelecer parcerias cada vez mais fortes com os diversos segmentos que ajudam a constituir o PIB estadual. Foi com a disposição de discutir ideias e ações com esse objetivo que o candidato da Frente Popular ao Governo do Estado almoçou, nesta segunda-feira (1), com representantes do Sindicombustíveis. No encontro, Paulo se comprometeu a manter o diálogo sempre aberto com o setor.

"Sem parcerias é difícil para qualquer governo ter bons resultados. Nosso governo será um ator que ajudará vocês a construir ainda mais", afirmou Paulo Câmara, frisando a importância do setor que, atualmente, representa 19,5% da arrecadação estadual. "Temos o compromisso de fortalecer os arranjos produtivos. E com vocês não será diferente", completou.

O presidente do Sindicombustíveis, Alfredo Pinheiro, aproveitou a oportunidade para entregar um documento com sugestões do setor. O dirigente, na sequência, destacou a disposição de Paulo em sentar à mesa com a categoria. "Tenho certeza de que fizemos um novo amigo aqui. Vai dialogar muito", disse.

Paulo Câmara também fez questão de ressaltar que vai atuar como interlocutor do setor junto ao Governo Federal. "Com a futura presidente Marina Silva (PSB), Pernambuco terá um papel importante. Marina vai dar continuidade aos sonhos do ex-governador Eduardo Campos e terá um olhar diferenciado para o nosso Estado. Lutarei para que o Governo Federal reverta essa política perversa com o setor", pontuou.

ARMANDO FALA SOBRE PROPOSTAS NA TV TRIBUNA

O candidato a governador Armando Monteiro (PTB) foi o entrevistado da edição deste sábado (30) do programa Ponto de Vista, da TV Tribuna, apresentado pela jornalista Eliana Victorio. Em pouco mais de meia hora, Armando falou sobre temas como saúde, educação, segurança pública, interiorização do desenvolvimento e da política de valorização do servidor público.

Armando garantiu que vai ter uma relação de respeito com os servidores do Estado. “Há áreas em que há defasagem salarial. Vamos, então, trabalhar para corrigir estas distorções”, ressaltou, lembrando que os professores da rede de ensino estadual recebem o pior salário do País.  Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), um profissional com 30 horas de aula por semana recebe R$ 1.336,67 por mês – na Paraíba, por exemplo, o piso é de R$ 1.679,08. “Vamos avaliar o Orçamento e definir o espaço para poder atender as demandas”,  enfatizou.

O candidato ao governo falou também sobre como o desenvolvimento deve ser interiorizado. “Setenta por cento dos investimentos estão na Região Metropolitana. O Estado parece que tem hidrocefalia – uma cabeça grande e um corpo pequeno”, comparou Armando, elegendo o polo gesseiro do Araripe como caso de uma experiência bem-sucedida que corre o risco de entrar em decadência caso providências não sejam tomadas. “Há problemas com o frete, que é caro, e com a queima da lenha. A cobertura vegetal vai se acabar se não criarmos uma nova matriz energética”, propôs.

Com relação à educação, Armando lembrou que o Estado não pode se esquivar da responsabilidade de ajudar os municípios a elevar o desempenho no ensino fundamental.  “A municipalização é uma realidade. O Estado tem que oferecer o suporte para melhorar a educação na base”, reforçou.

CANDIDATOS BATEM BOCA DURANTE COMÍCIO EM SANTA CRUZ

O comício do candidato a governador de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB), em Santa Cruz do Capibaribe, ontem, teve um misto de euforia causada pelo público e a tensão gerada pela disputa dos candidatos locais em cima do palanque. No palanque, os candidatos da terra que disputam um mandato na Assembleia Legislativa bateram boca, gerando um clima desagradável.

Mudança na ordem dos discursos gerou o bate-boca. O clima esquentou quando o nome do candidato Ernesto Maia (PSL) foi anunciado para discursar, alterando a ordem dos inscritos. A ordem dos discursos teria sido definida por sorteio, mas não se cumpriu na prática. Toinho do Pará (PHS) falaria primeiro que Maia, mas a chamada ocorreu na ordem contrária.

Isso gerou um tumulto e até empurrões. Uma forte discussão aconteceu entre Ernesto Maia e José Augusto Maia. Maia, inclusive, chegou a se recusar a falar, mas depois mudou de ideia e resolveu iniciar o discurso. Na sua fala, culpou os locutores da campanha de Toinho do Pará pelo acontecido, mas clamou pela união do grupo Taboquinha.

Durante o incidente, os vereadores Helinho Aragão (PTB) e Galego de Mourinha (PTB), que apoiam as candidaturas de Ernesto Maia (PSL) e Luciano Bivar (PSL) se retiraram do palanque. Informações dão conta que os vereadores não gostaram a postura de José Augusto Maia durante o evento.

O evento foi realizado na Avenida Cesário Aragão e contou com um dos maiores públicos dentre os eventos políticos realizados este ano. Entre os presentes estavam o candidato a senador João Paulo, o atual senador Humberto Costa, lideranças e candidatos de várias cidades.
Armando Monteiro fez um forte pronunciamento e emocionou o público quando narrou os recentes fatos políticos que deixaram o deputado José Augusto Maia fora da disputa deste ano.

Provocação foi o que não faltou entre simpatizantes dos candidatos Ricardo Teobaldo (PTB) e Luciano Bivar (PSL). Os políticos que fazem parte do bloco de apoio ao candidato Ernesto Maia não esconderam o apoio a Luciano Bivar.

O vereador Fernando Aragão discursou e pediu licença a Armando Monteiro para pedir votos para Bivar. A estrutura montada era voltada para favorecer o candidato a deputado federal Ricardo Teobaldo (PTB), apoiado por José Augusto Maia e pelo candidato Toinho do Pará. As músicas de campanha de Ricardo Teobaldo eram as mais tocadas no evento.

Entre o público também ficou nítida a divisão. Blocos de simpatizantes de Toinho e Ernesto disputavam vaias, aplausos e gritavam os nomes dos seus candidatos. No seu discurso, Armando pediu votos para Ricardo Teobaldo e não citou Luciano Bivar.

Alguns simpatizantes da candidatura de Bivar e Maia se revoltaram, principalmente durante o discurso de Maia com indiretas ao poder financeiro de Bivar. A defesa de José Augusto ao candidato Teobaldo e o tratamento conflitante com Ernesto Mais fez com que algumas pessoas gesticularem e gritassem com insultos contra José Augusto. (Blog do Magno Martins)

CAPRINOCULTURORES REÚNEM-SE EM MIRANDIBA PARA DISCUTIR PLANO TERRITORIAL

A reunião foi promovida pela Secretaria Executiva de Agricultura Familiar, por meio do ProRural, no município de Mirandiba, com o objetivo de discutir as ações e investimentos propostos no Plano Territorial da Rede Produtiva da Caprinovinocultura. A iniciativa contempla produtores familiares dos municípios do Sertão Central (Cedro, Mirandiba, Parnamirim, Salgueiro, São José Belmonte, Serrita, Terra Nova e Verdejante).

Inicialmente foram anunciados investimentos de R$ 15 milhões, que serão empregados em melhorias nas áreas de produção e comercialização da atividade. O Plano Territorial foi elaborado com a participação das organizações familiares da cadeia produtiva, juntamente com representantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural, prefeituras, instituições financeiras, de ensino e orgãos governamentais e não-governamentais. A ação faz parte do projeto Pernambuco Rural Sustentável, com recursos provenientes de acordo de empréstimo, entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, para fortalecimento da agricultura familiar.

“ A partir da elaboração do Plano Territorial foi feito um levantamento das dificuldades enfrentadas pelos grupos associativos e apontadas as expectativas para melhorias nesta rede que tem grande potencialidade na região. Através de um trabalho integrado, estes recursos poderão ser ampliados com a participação de outras organizações, sejam elas de financiamento, ensino, pesquisa, dentre outras”, destaca a superintendente do ProRural, Rita Guilherme.

O território atendido com a proposta conta com a participação de 95 associações produtivas e os recursos beneficiarão projetos relacionados com a aquisição de equipamentos, sistemas hídricos (poços, barragens, cisternas), melhoramento genético, capacitações e infraestrutura destinadas a produção e comercialização. “ A caprinovinocultura é uma fonte de renda de grande importância para esse território. Esse apoio é muito importante para os pequenos criadores”, afirmou o secretário de agricultura de Mirandiba, Clodoaldo Rodrigues. “É uma grande oportunidade de atendimento aos produtores. Serão grandes mudança”, define o produtor, Marcos Calout.

ROBERTO E ERASMO CARLOS PROCESSAM HUMORISTA TIRIRICA POR PARÓDIA

A campanha eleitoral do humorista e deputado Tiririca anda dando o que falar. Desta vez, Tiririca fez uma paródia da música O portão, de Roberto Carlos, em sua campanha, trocando os versos "Eu voltei, agora pra ficar, porque aqui é o meu lugar" por "Eu votei, de novo vou votar, Tiririca, Brasília é o seu lugar".

Só que a brincadeira anda dando muita dor de cabeça ao deputado. A Sony, detentora dos direitos autorais da canção, está processando Tiririca, alegando uso indevido da canção. Até o momento, a assessoria do deputado não se pronunciou.

CURSOS TÉCNICOS EM AGROECOLOGIA DO SERTA EM PARCERIA COM A SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FORMA 69 ESTUDANTES

O secretário de Educação e Esportes do Estado, Ricardo Dantas, prestigiou a cerimônia de colação de grau de 69 técnicos em agroecologia formados pelo Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta), em Glória do Goitá, na zona da mata pernambucana. O curso técnico é oferecido em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes do Estado (SEE), que repassa recursos para a qualificação. A formatura foi realizada junto com a comemoração pelos 25 anos do Serta.

O curso tem como objetivo profissionalizar os trabalhadores do campo para a agricultura familiar, com métodos que respeitam o meio ambiente e a saúde dos seres humanos. O secretário Ricardo Dantas chamou a atenção para a presença massiva de familiares e afirmou que também na escola estadual tradicional é um quesito-chave para o desenvolvimento pedagógico. “Entendemos que a participação da família é fundamental para o sucesso dos alunos”, afirmou.

A palavra sonho, repetida à exaustão por formandos e familiares, foi exaltada pelo secretário Ricardo Dantas. “Nas nossas escolas de referência, os estudantes que chegam ao primeiro ano do ensino médio são acolhidos pelos alunos do terceiro ano, que já estão concluindo o ciclo, e provocados a pensar no seu projeto de sonho dali para frente”, destacou.

Atualmente 850 estudantes, vindos de 103 diferentes municípios em sete estados brasileiros, participam do curso técnico em agroecologia do Serta. Uma vez ao mês, eles passam toda a semana na instituição, recebendo aulas práticas. “É uma oportunidade para aperfeiçoar o conhecimento, entender a teoria por trás do que muitas vezes já fazemos na nossa lavoura”, explica o agora técnico em agroecologia, José Everaldo Rodrigues da Silva, dono de uma pequena propriedade de dois hectares em Panelas, no Agreste pernambucano, onde pratica a agrofloresta, uma modalidade mista em que convivem preservação de um trecho de mata atlântica, e lavoura de frutas como a manga e a banana.

A formatura também trouxe uma boa novidade aos formandos: o curso foi oficialmente reconhecido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. A novidade foi anunciada pelo presidente do Serta, Germano de Barros. “Vocês estão legando um patrimônio que foi construído com muito suor, luta e trabalho”, disse.

O deputado estadual Waldemar Borges, presente à cerimônia, destacou a presença de três secretários de estado – além de Ricardo Dantas, compareceram os secretários de Agricultura, Aldo Santos, e de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, Murilo Guerra – como o sinal do prestígio do Serta. “Houve um tempo em que o Serta não sabia se estaria funcionando no dia seguinte, era preciso correr atrás de recursos, que muitas vezes não vinham. A presença dos três secretários mostra o reconhecimento do Governo de Pernambuco sobre a importância do que está acontecendo aqui, e é a vitória sobre uma cultura histórica e autoritária de que só importa a educação oficial, estática”.

O sócio-fundador do Serta, o educador e agricultor Abidalaziz de Moura, homenageou o ex-governador Eduardo Campos, a quem se referiu como um grande entusiasta da agricultura familiar. “Eduardo Campos acreditou no Serta e na importância das políticas públicas em agroecologia, que valoriza o homem e a mulher do campo, e produz alimentos na perspectiva do respeito ao meio ambiente”, afirmou.